Estreia de ‘Eternos’ mostra que o filme é diferente de todos os outros da Marvel

A maneira de abordar os dilemas dos heróis compromete ritmo dinâmico da história.

Finalmente a espera acabou, após meses e meses ansiosos e cheios de expectativas, os fãs da Marvel podem ir ao cinema assistir a estreia de ‘Eternos’. Acima de tudo, o título é baseado nos personagens de Jack Kirby e, mesmo não sendo uma das equipes mais conhecidas dos quadrinhos, sem dúvidas é a mais poderosa. O longa apresenta uma aventura quase contemplativa pela história da produtora antes mesmo do surgimento de Capitão América e Thor, ou seja, não influencia (e nem é influenciada) pela linha do tempo que os espectadores acompanham há mais de uma década.

Com direção de Chloé Zhao, o enredo diz muito sobre os personagens sem necessariamente que eles falem sobre si. Logo que chegam na Terra, a visão das pessoas é de grandiosidade, contudo, na perspectiva dos heróis olhando para os humanos, a sensação de pequenez invade a tela.

Os heróis que protagonizam a estreia de 'Eternos'.
O time de heróis que irá salvar a humanidade. (Imagem: Divulgação/ Marvel)

Sendo assim, o público presenciará na estreia de ‘Eternos’ uma adaptação que, nesse sentido, ficou excelente. É possível definir o filme em uma só palavra: evolução. A trama é uma verdadeira viagem e mostra os ‘Eternos’ sendo criados para acompanhar a ascensão da sociedade, a fim de protege-la da ameaça Deviante. A princípio, eles não podem interferir nos conflitos ou impedir o desenvolvimento. Contudo, quando derrotam os inimigos, recebem a permissão de viverem no planeta, em busca de um propósito (desde que obedecessem às regras).

Ritmo lento de ‘Eternos’ pode não agradar os fãs

Todavia, os Deviantes aparecem novamente, fazendo com que os heróis se juntem para mais uma batalha. A partir desse ponto, a aventura vai narrar os passos que cada um seguiu, mesclando perfeitamente o drama com o humor. Logo os heróis descobrem que os inimigos estão evoluindo e ficando resistente aos seus poderes, com isso, a questão da evolução, seja física ou mental, vira um ponto importante. Em outras palavras, pode-se dizer que a estreia de ‘Eternos’ fará os espectadores encontrarem debates sobre dilemas da vida real.

Angelina Jolie caracterizada para Eternos.
Angelina Jolie estampando capa de revista. (Imagem: Divulgação/ Entertaiment)

Diferentemente dos títulos da Marvel, desta vez a narrativa não é tão frenética. O roteiro trabalha o pessoal de alguns personagens com mais cuidado e profundidade, nenhum elemento aparece de modo superficial. Em contrapartida, este ponto pode ser a maior falha do longa: um ritmo lento que os fãs de heróis não estão acostumados a ver, com cenas longas, que facilmente poderiam ‘sumir’ sem comprometer o roteiro.

Dentro neste filme é possível encontrar referências explícitas ao universo da DC, destacando as atuações primorosas para o que pedem os personagens, lembrando os heróis da Liga da Justiça. Com isso, na estreia de ‘Eternos’ os espectadores presenciarão uma singela homenagem da Marvel à empresa concorrente.

A estreia de ‘Eternos’ faz o público encontrar elementos que podem influenciar os próximos filmes do MCU

Cena do filme.
Uma as cenas do filme. (Imagem: Reprodução)

Outro fator que não pode ser ignorado, é de que a escolha de uma ambientação mais sombria caminha ao oposto daquilo que marcou o trabalho de Jack Kirby. Talvez fosse mais vibrante e entusiasmante se aquela estética predominasse nas sequências dos acontecimentos. Não menos importante, as cenas pós-créditos mexem com dois pontos do futuro do MCU: o terrestre e espacial.

Por fim, o título apresenta personagens poderosos, em meio a um enredo longo, mas muito divertido. A preocupação está em desenvolver a própria história, sem abrir muita margem para as teorias mirabolantes que cercam a Marvel. No entanto, apresenta elementos que influenciarão no futuro.

Então, quais suas expectativas para a estreia de ‘Eternos’? Acompanhe o Cinepoca também pelo Facebook e Instagram e fique por dentro do que há de melhor no mundo dos filmes, séries e streaming!

Mais lidas

Veja também